Vivendo como Freelancer

Pois é meu povo!

Já tinha um tempo que estava fazendo freelance para o site Politz.com.br, mas agora estou numa parceria com a Casa Mais 360 e sua equipe maravilhosa (Dream Team).

Minha história com eles vem de fevereiro para cá.  No começo do ano o Fabio lançou uma campanha para contratar alguém para Assessorar a empresa junto com a imprensa. Lembro que ele deve ter selecionado uns 4 ou 5 pessoas (a gente tinha que escrever um texto e uma proposta para melhorar o site e uma campanha viral para impulsionar o produto da agência dele, o vídeo 360º). Aí depois ele e o Esteban (seu pupilo) me chamaram para ir conhecer a empresa e bater um papo com eles. Nossa, longe pra caramba. Nunca tinha ido na Zona Norte da cidade, era lá pro lado da Casa Verde (um bairro), mas hoje eu sei que é Vila Estér. Bem, tive que pegar um táxi da Barra Funda para lá. Meu Deus, foi uma confusão louca para conseguir chegar às 11:30h.

Bem, chegando lá, o Esteban e o Fabio me receberam super bem. Era minha primeira entrevista na área (Comunicação) e eu estava bem nervosa. Tinha passado a noite inteira estudando o que era essa tal de Realidade Virtual e o vídeos 360º. Já que eu sempre li que iria falhar que nem o Google Glass. Acontece que depois de ler e aprender, descobri que é algo para ficar, mas isso fica para outro post.

Conversando com eles, vimos que eu não me enquadrava para a vaga. Era recém-formada (ainda sou), não tinha experiência com agência de publicidade, não tinha “agenda” aqui em SP… um monte de empecilho. Eles foram super educados, me deram os cartões deles, me adicionaram no Facebook e no Linkedin.

Saindo de lá, mesmo sabendo do meu fracasso, eu resolvi meter as caras nos estudos. Já sabia mais ou menos o que iriam me exigir em outras vagas no futuro, então eu tinha muito o que fazer.

Meu marido me impulsionou e fiz cursos online sobre mídias sociais (fiz 4 na Undemy e SOMEAcademy) além de um curso de telejornalismo com Eleida de Góis. Estudei muito, li, fui conhecendo gente, fazendo um QI forte aqui em São Paulo. Aquela experiência negativa (em partes, só por não ter conseguido o trampo) me fez crescer MUITO.

Aí, um dia estava no Instituto do Sono, fazendo polissonografia à noite e iria fazer exame de múltiplas latências o resto do outro dia inteiro, ou seja, iria ficar presa lá. Tô de buenas no facebook, nos grupos de vagas em comunicação quando vejo que o Fabio publicou que precisava de um “freela” pra cuidar do blog da Casa Mais 360. Cara, no outro dia eu liguei umas 3 ou 4 vezes, não consegui falar com o Fabio, só falei com o Du (que acabei conhecendo pessoalmente essa semana), mandei mil e-mails, mensagens no facebook, Linkedin, até mandei pro Esteban, coitado.

No outro dia o Fabio me liga. Falou como eu fui insistente e chata e que ele lembrava sim de mim, e queria conversar comigo sobre o job. Melhor coisa da minha vida! Nunca fiquei tão feliz. Aí na terça-feira (28/06/2016) fui na empresa novamente, dessa vez fui mostrar minhas ideias e mostrar o quanto eu cresci de Fevereiro até Junho. Foi muito legal. Essa é a prova que a gente pode sim aprender com os “fracassos” e conseguir transforma-los em “sucesso”.

participação Freela Casa Mais 360 - Pornô

Não posso falar sobre nossos projetos, mas vem coisa boa por aí. Os caras são fodas e sabem o que fazem. Sério, visionários em acreditar na tecnologia 360 e de Realidade Virtual.

Sigam a página deles no Linkedin e no Facebook para mais informações novidades!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s