Ser do nordeste em São Paulo

Agora, com quase 1 ano de moradia na cidade de São Paulo, posso falar algo. Quer dizer, eu acho que posso falar algo. Bem, logo que cheguei foi bem difícil achar emprego. Isso foi relatado aqui algumas vezes. Mas claro, o país está em crise, e nessa época coincidiu com o impeachment. Foi complicado, mas trabalhei com uma agência de publicidade. Coisa nova para mim.

Quando me formei, achei que só trabalharia com jornalismo propriamente dito. Mas não foi bem assim. Nessa agência fui assessora, redatora, fotógrafa, social media, fiz evento, um monte de coisa. O que mais me incomodava era o dono dizer “agência é assim mesmo” para não pagar hora extra ou querer que eu desse um “up” em alguma postagem 1 hora da manhã.

wp_20170217_10_10_56_pro

Quero deixar aqui uma observação: agência não é assim. Você, mesmo como PJ (sim, aqui dificilmente você consegue trabalhar com carteira assinada com comunicação), tem direito a ganhar hora extra e não precisa trabalhar 24 horas por dia, 7 dias na semana. Isso se chama exploração. E foi isso que aconteceu.

Eu, nordestina, recém-formada em Jornalismo, recém mudada para a cidade de São Paulo, caí no conto de “agência é assim mesmo”. Me prostituí, eu sinto que foi isso que aconteceu comigo.

Não estou mais na agência desde dezembro. Não vou mentir, aprendi muito. Hoje a pessoa que está no meu lugar sabe 1/4 do que eu sabia, faz muito menos do que eu fazia e ganha mais que eu. E eu sei disso e não vou me chatear nem nada.

wp_20170217_09_44_51_pro

Enfim. Hoje estou trabalhando como analista de marketing (veja o upgrade) numa empresa de TI que em breve poderei falar mais.

Então é isso gente. Eu amo essa cidade, as pessoas no geral me tratam muito bem, não posso reclamar disso. Adoro o transporte público daqui, adoro as coisas que tenho acesso, adoro saber que vai fazer frio (fazendo 18ºC eu tô congelando) em abril/maio e a vida continua.

Sempre vai ter alguém para se aproveitar do seu desconhecimento na área de trabalho. Sempre vai ter alguém para te zuar por conta do seu sotaque, sempre vai ter alguém para zoar de sua depressão (sim, eu não esqueci, isso foi coisa de FDP sem moral, sem alma, sem bondade no coração), sempre vai ter algum chefe que vai te dizer “vou te queimar no mercado e você não vai arrumar trampo na área (é, também não esqueci) e sempre vai ter alguém que vai querer te pagar menos por um trabalho (que você executará super-bem) complexo e vai dizer “agência é assim mesmo”.

Desculpa o desabafo.

 

LEIAM ESSE TEXTO: https://medium.com/o-novo-mercado/o-que-diabos-aconteceu-com-gera%C3%A7%C3%A3o-y-73cd16ccc5c9#.ywch8t6rj

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s